Atendimento Emergencial 24h

Rodrigo Mostaco Andrade
Supervisor de Psicologia
Especialização em Psicologia Clínica
Especialização em Psicanálise

A Psicologia do Hospital Dr. Adolfo Bezerra de Menezes tem como principal objeto de estudo a saúde mental do paciente internado ou em observação na emergência psiquiátrica.

Ao ser internada, a pessoa doente deixa seu lar e deve reajustar sua vida à rotina hospitalar: adaptar-se aos horários de refeições, às terapias e cumprir às regras para sua recuperação, abrindo mão da sua individualidade e aprendendo conviver em coletividade. Dependendo o quadro, essas mudanças podem afetar seu bem estar mental.

É aí que entra o psicólogo, ele deve ouvir as queixas e anseios do paciente e tentar reacomodá-lo ao novo contexto, dando-lhe ferramentas para enfrentar sua condição da melhor maneira, principalmente em casos graves ou crônicos – e aí entra também o suporte à família do doente.

Nossos psicólogos tem uma área de atuação bem ampla dentro do hospital

Principais papéis:

• Avaliação psicológica de pacientes: O profissional examina o paciente evoluindo o mesmo semanalmente, ajudando a equipe médica a compreender sua condição mental e a melhor maneira de lidar com o diagnóstico, quais rumos de tratamento seguir, etc.

• Apoio psicológico a pacientes e familiares: Enfrentar uma doença não é fácil e pode esgotar a capacidade mental e emocional não apenas do paciente, mas também de seus entes queridos, oferecemos suporte para ajudar todos os envolvidos a lidar melhor com a situação, realizando acolhimento e orientação familiar.

• Suporte psicológico a profissionais de saúde: Os funcionários do hospital podem enfrentar dificuldades diárias para lidar com pacientes problemáticos, ajudamos com essas questões, além de prestar auxílio para que se recuperem do falecimento e agravamento do quadro de pessoas doentes por quem se afeiçoaram, entre outras situações difíceis.


“Psicologia Hospitalar é o campo de entendimento e tratamento dos aspectos psicológicos em torno do adoecimento (…) não trata apenas das doenças com causas psíquicas, classicamente denominadas” psicossomáticas”, mas sim dos aspectos psicológicos de toda e qualquer doença.” (Simonetti, 2004, p.15).