Atendimento Emergencial 24h

A depressão é conhecida como um grave problema de saúde pública. De acordo com levantamento da OMS, a depressão é considerada a primeira causa de incapacidade entre todos os problemas de saúde. As depressões geralmente surgem após perdas significativas: emprego, uma pessoa querida, status socioeconômico, moradia, etc. Alguém que passa por uma dura perda geralmente apresenta sentimentos de profundo desânimo, falta de interesse pelo mundo e até a perda da capacidade de amar por um período. Isso é um processo natural e esperado. Passar por oscilações no humor em resposta eventos significativos da vida são indicadores de saúde mental. Isto é, a possiblidade de ficar triste diante de uma perda aponta para uma tentativa de elaborar este sofrimento.

Na depressão (ou estado melancólico) há um aspecto a mais, ausente no luto: o rebaixamento demasiado do seu sentimento de autoestima. São o sintomas de menos valia. Nesse sentido, Freud nos diz “no luto é o mundo que se torna pobre e vazio, na melancolia é o próprio ego” (1917). É mais do que sentir-se muito triste, nela poderão estar presentes aspectos como isolamento social, descuido com a própria higiene e aparência, baixa autoestima e pensamentos de morte.

O cuidado com a saúde mental é primordial para que se possa manter a vida saudável.

Referências

Luto e Melancolia. Edição Standard Brasileiras das Obras Completas de Sigmund Freud, v. XIV. Rio de Janeiro: Imago, 1917 [1915]/1974.

Categorias: Sem categoria

1 comentário

Sabrina Gianini de Oliveira · 12 de setembro de 2021 às 21:13

Excelente trabalho da equipe, grandiosas explicações a respeito das doenças mentais, cujo problema é tão grande em nossa sociedade nos dias de hoje!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *